Como lidar com a sobrecarga do líder

Como lidar com a sobrecarga do líder

A pandemia mexeu com muitos hábitos na liderança, muitos estão cansados, exaustos, esgotados, sem ânimo, e as coisas básicas começam a se perder. Esse é um cenário pesado para todos e, da mesma forma, de grande sobrecarga para o líder.

Quando temos muitas demandas por um longo período de tempo, podemos nos tornar menos eficazes e com a sensação de estarmos sobrecarregados, com pensamento lento, dificuldades de concentração e até mesmo incapacidade de solucionar problemas.

As taxas de burnout entre os líderes estão aumentando. De acordo com uma pesquisa da International Stress Management Association o Brasil tem a segunda população mais estressada do mundo, com 30% das pessoas economicamente ativas sofrendo de burnout.

Erika Nakano, mestre em Psicologia Social e do Trabalho pela USP aponta que entre os líderes religiosos a sobrecarga emocional surge como resultado de um quadro de estresse crônico no trabalho que é agravado pelo fato do ofício “andar lado a lado” com a vocação. E neste tempo de pandemia, em nossa pesquisa com pastores e líderes pudemos evidenciar que 63,7% estão com estresse alto ou médio no ministério ou trabalho. 

Precisamos desistir de um estilo de liderança com hábitos que nos sobrecarregam porque eles não apontam para nenhum lugar. Demandas não faltam em nossa rotina, por isso, indicamos 6 medidas para tomar se você está sobrecarregado na liderança:

1. Descubra a causa principal da sobrecarga 

Pergunte-se: Quais são as atividades que eliminadas da sua rotina aliviarão 80% do estresse que estou sentindo agora? Mesmo que você não possa eliminá-las de imediato, ela pode contribuir para identificar uma fonte significativa do seu cansaço.

Gerencie as demandas, divida em partes, peça ajuda, terceirize, delegue, negocie o prazo de entrega e se for um programa que já está quase no fim, termine logo.

2. Pare de aceitar novas tarefas 

Estabeleça limites. Perceba a quantidade de tarefas que consegue ter sob sua responsabilidade. Por mais que você queira ajudar ou se sinta constrangido em dizer não, é preciso ter consciência de que fazer mais nem sempre é o melhor.

Se você não consegue perceber o quanto pode produzir sem se sobrecarregar vai acabar  diminuindo o potencial das suas entregas ou, pior, a sua saúde e a relação com sua família poderá ser afetada. Então, dizer “eu gostaria de ajudar, mas não posso agora” não é o fim do mundo.

3. Peça ajuda e delegue  

Para alguns líderes delegar tarefas e pedir ajuda é um passo muito difícil, mas, é uma decisão importante. Pergunte-se, “Qual é o uso mais importante e melhor para o meu tempo?” As atividades que não se encaixarem na sua resposta podem ser ensinadas ou delegadas a outras pessoas.

4. Entenda o que é temporário  

Em alguns momentos você vai precisar trabalhar mais. Está tudo bem. O desafio é quando o que parecia temporário, é incluído em sua rotina. Sempre faça o exercício de olhar ao redor e perceber, como está a dinâmica de trabalho de sua equipe, se você for o único sobrecarregado, é sinal de que algo está errado.

5. Faça pausas 

O descanso faz parte da missão e ele é inegociável. Ventile as ideias. Faça o que gosta, vá ler um livro, ver filmes, passar tempo de qualidade com a família, até porque ela vem antes do trabalho, veja os amigos. Ficar pensando em suas atividades o tempo todo impede que sua mente descanse. Respire e caminhe, um dia de cada vez, um passo de cada vez.

6. Avalie sua rotina 

A partir do momento em que conseguir perceber que não está dando conta, encontre soluções. E lembre-se: defina as suas prioridades na vida e dê ao trabalho o espaço que realmente deseja dar.

Tome seus cuidados, faça o seu planejamento e mesmo assim em alguns momentos você será tentado a extrair o seu valor e o seu significado, muitas vezes a partir das atividades que exerce.

Temos um fundamento importante para nos ajudar a superar essa fase: para aprender a produzir, é necessário aprender a descansar. Desenvolver uma rotina diária é fundamental para uma boa gestão da energia, por isso, as escrituras precisam ser a fonte e o critério de exercermos a liderança porque nossas preocupações são incapazes de nos trazer a direção e a paz que gera convicção de que servimos a um Deus bom e soberano.

Eu sempre me lembro que para cada dia basta o seu mal e, por isso, não devo ficar ansioso por coisa alguma. A solução contra a sobrecarga está na busca intencional por uma vida equilibrada. Salomão afirmou: “para tudo há uma ocasião certa; há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu” (Ec 3:1).

Se quisermos fazer tudo em todo tempo, em breve não faremos nada em tempo algum. Não devemos nos esquecer das promessas de Jesus Cristo: “Eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância” (Jo 10:10).

Posts Relacionados

Deixeum comentário