10 razões para um novo planejamento da igreja

10-razoes-para-um-novo-planejamento-na-igreja2

A pandemia fez com todas as igrejas tivessem que jogar fora seu planejamento e trabalhar para a superação da crise nestes últimos meses. Ainda não nos livramos dessa conjuntura, mas agora a maioria das igrejas já tem condições de fazer um novo plano para o seu futuro.  Portanto, queremos apresentar 10 razões muito práticas para o novo planejamento da igreja pós-pandemia.

1 – A hora é agora

Da mesma forma que sabíamos que não adiantava planejar para longo prazo há alguns meses, agora é a hora de planejar o futuro. Não adianta esperar o início de 2022 para ver o que a igreja fará. Quem perder este momento já estará atrasado. Forme um grupo de líderes e comece a planejar o futuro da sua igreja. 

2 – Inclua a pandemia em seus planos

As igrejas crescem mais, quando não ficam esperando uma crise passar, mas quando incluem a crise no planejamento.
É interessante observar que em Atos 6 os apóstolos tinham um problema concreto. Eles estavam se concentrando na pregação da Palavra, mas as viúvas não estavam sendo atendidas. Eles tiveram que parar, pensar e decidir o que fazer. Decidiram então permanecer no “foco” da pregação e oração, mas não ignoraram o “problema” existente. Tomaram a “decisão” de escolher alguns homens para solucionar a questão que envolvia as viúvas para que eles pudessem continuar no “plano” original. Esta é uma típica questão de planejamento, envolvendo “foco”, “problema”, “decisão”, “plano”, “resultado”.  A questão espiritual aqui era orar para escolher as pessoas certas e ter a sabedoria do Espírito para tomar as decisões corretas.

3 – Planejar é uma parceria com o Espírito Santo

Em Atos a igreja teve que enfrentar perseguição, foi forjada para expandir o evangelho e enviar missionários. Nestas situações, nenhum planejamento estratégico poderia prever isto. Existem coisas que Deus delegou para nós desde a criação do mundo, que se não fizermos, perderemos a oportunidade de nos juntar a Deus naquilo para o qual ele nos capacitou. De outro lado, tem uma porção de coisas que o Espírito Santo fará na igreja e nenhum planejamento é capaz de prever e nenhuma regra de administração é capaz de explicar. Quando conseguirmos entender este equilíbrio entre planejamento e ação do Espírito Santo, teremos entendido o que é planejamento na igreja de Jesus.

4 – Não se conforme com os efeitos da pandemia na igreja

Muitos pastores estão perdidos neste momento e deixando que as coisas simplesmente aconteçam na igreja. Sem planejamento a igreja pode atingir qualquer alvo ou não atingir nenhum alvo e estará satisfeita. A falta de planejamento atrai a mesmice e o conformismo e gera a estagnação. Uma pessoa ou uma organização podem viver 30 anos do mesmo jeito sem estar incomodados. Me parece que a ordem de Deus quando colocou o homem no mundo não era para estagnação, mas para crescimento. Também não era para conformismo, mas para administração. Para crescer, multiplicar e cuidar do mundo que Deus nos confiou é preciso planejar. Para alcançar as pessoas e administrar a Igreja que Jesus nos confiou é preciso planejar, do contrário seremos mordomos infiéis.

5 – Tudo mudou, mas não a missão da igreja

A missão é o carro-chefe de um planejamento e é bom lembrar que a missão da igreja não mudou, apesar da pandemia. A missão é o lugar onde se deseja chegar e o que precisa ser feito nos próximos anos para se chegar lá. Sem isto, objetivos e planos de ação serão como blocos de gelo soltos flutuando no oceano de um lado para o outro e se derretendo. Uma igreja deve perguntar para Deus o que Ele deseja fazer por meio dela nos próximos anos no lugar onde ela está. 

6 – Sem visão o povo sofre

Ao mesmo tempo que a missão não mudou, pode ser que por causa da pandemia a visão de futuro da sua igreja tenha que ser repensada. As pessoas foram impactadas com a pandemia e a igreja precisa pensar em novas formas de alcançá-las, servi-las, discipulá-las e equipá-las para este novo tempo. Uma igreja sem visão de futuro fará com que seus membros e frequentadores sofram. 

7 – Alinhe a igreja em planos de ação

Com uma visão clara de futuro, as pessoas, a estrutura e os ministérios da sua igreja precisam ser alinhados para caminharem na mesma direção. Isto requer planos de ação alinhados para a missão. É como tirar férias. Você sonha em tirar férias com sua família. Depois disto definido, é preciso criar planos para tornar o sonho real. Quando irão, qual o meio de transporte, custo, local de hospedagem, passeios, etc. Feito isto você começa a poupar e programa a viagem para daqui um ano. Só assim um sonho ou visão se tornam reais. Na igreja não é diferente.

Pensando nisso, nossa equipe preparou um e-book com um roteiro prático para você começar a desenvolver o planejamento estratégico de sua igreja. Para acessar esse conteúdo, clique aqui ou no banner abaixo.

 

 

8 – Não pense apenas em manter o que sempre foi feito

Quando dizemos que todas as igrejas sofreram com a pandemia, isto é fato. Entretanto, muitas igrejas estão preocupadas em manter aquilo que sempre fizeram. Aproveite para contextualizar e criar um jeito diferente de fazer aquilo para o qual existem. Uma igreja precisa tomar aquilo que Jesus nos deixou como missão, e contextualizar para esta geração. A falta de reflexão na contextualização da missão leva à superficialidade. A superficialidade da missão leva à superficialidade dos planos. 

9 – Monte uma equipe para planejar

Os pastores têm um coração gigante, mas não conseguem planejar sozinhos. Por falta de planejamento, os sonhos vão morrendo e eles entram na mesmice. Monte uma equipe com pessoas de áreas diversificadas para ajudá-lo a colocar a visão no papel, criar um plano e depois ajudá-lo na execução. Pastores não precisam saber tudo em todas as áreas. Tenha coragem de reconhecer que não é bom em todas as áreas e chame gente melhor do que você nas áreas em que você não é bom para compor sua equipe e te ajudar a realizar uma visão.

10 – Planejamento não é calendário de atividades

Muita gente confunde planejamento com elaboração de calendário. O calendário é apenas um item do planejamento e na verdade um dos últimos, pois ele é consequência do lugar onde se deseja chegar. Elaborar um calendário anual e chamar isto de planejamento é um resultado ineficaz, pois a igreja continua girando em torno de ativismo. O resultado disto são igrejas e líderes cansados, famílias que não tem tempo para convivência pois a igreja consome todo o tempo e dinheiro delas. Outro resultado ineficaz é a igreja que se movimenta o ano inteiro e ao final não ganhou ninguém para Jesus ou teve um crescimento pífio que não justifica o investimento de tempo, dinheiro e potencial empregados. 

Para tornar tudo prático, primeiro sonhe e pergunte a Deus o que ele quer fazer por meio de você e da igreja que ele lhe confiou. Depois, coloque no papel. Encontre uma equipe que ajude a criar um plano, sistematizar e transformar as ideias em algo executável. Em seguida, reforce este time com gente disposta a executar cada uma das partes do planos. Treine, treine e treine gente. Delegue, delegue e delegue. Se o pastor e alguns líderes simplesmente obedecessem Efésios 4, a Igreja já seria bem diferente. Deus deu apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres, para capacitarem os santos, para que eles trabalhem e a igreja cresça. Se a igreja não cresce é porque talvez os santos não estão trabalhando. Se os santos não estão trabalhando é porque talvez não estão sendo capacitados. Se não estão sendo capacitados é porque os pastores e líderes não estão exercendo seu papel. Então, sonhem, planejem, treinem e deleguem. Sua igreja será bem melhor assim. 

Por que sua igreja deve ter um planejamento de longo prazo?

Comentários (7)

Excelente 10 tópicos de reflexão.
Igreja engajada é sinônimo de vida transformada, almas alcançadas e evangelho a mais pessoas….
” Quero sim fazer parte do que Deus já está fazendo no mundo”
Elias Silva

Marcos Fernando de Oliveira

Olá, Josué Campanhã, Obrigado por seu precioso ministério! Obrigado por todo que vc faz pela Igreja brasileira. Apreciei demais esse seu artigo! Deus continue te usando!

Clério Afonso da Silva

Excelente conteúdo muito nos ajudará

Cleverson Pereira do Valle

Perfeito Pr.Josué, é o que eu precisava ler. Texto bem explicado a respeito do planejamento da igreja. Deus abençõe.

Grata pelo artigo, Pastor Josué! Muito oportuna e essencial sua orientação. Realmente precisamos planejar e nos adequar a esse novo tempo!

LEANDRO LACIDÓ DE MATOS ANDRADE SILVA

Excelente material pastor Josué Campanhã. Que o Eterno Deus possa continuar a usá-lo neste ministério. Gratidão pelos materiais que você e sua equipe nos disponibiliza. Um grande abraço.

Muito obrigado Pr Josué. São princípios excelentes para este recomeço! Que eu tenha força, foco e fé para colocá-los em prática!

Deixeum comentário